Amiguinhos

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 3 de agosto de 2010

♥ Como sobreviver ao calor estando grávida...

Só quem já esteve grávida no Verão sabe como se torna difícil arrastar as pernas e como o corpo parece ainda mais pesado. Os tornozelos incham, os pés deixam de caber nas sandálias preferidas e os anéis deixam de entrar nos dedos. Há formas de atenuar estes sintomas. Respeitar o seu corpo e o seu estado é a primeira e mais importante. Esteja atenta aos sinais.

Pernas e pés inchados


As hormonas da gravidez afectam o metabolismo e a regulação da retenção de água. O calor potencia esse efeito, por isso o Verão se pode tornar tão penoso para uma grávida. As pernas e os pés inchados são um sintoma normal da gravidez, que costuma surgir sobretudo nos últimos meses, esteja frio ou calor. No Verão torna-se mais intenso e incomodativo.

Em situações normais, as pernas inchadas não doem, estão ambas igualmente inchadas e o edema vai-se agravando à medida que o dia avança. De manhã as pernas estão pouco ou nada inchadas e ao fim a noite podem fazê-la sentir-se um elefante.

O ideal, para contrariar esta tendência, é manter as pernas elevadas por pequenos períodos ao longo do dia e evitar estar muito tempo em pé.

O que não é normal e deve fazê-la falar com o seu médico é acordar de manhã com as pernas mais inchadas do que no dia anterior ou ter uma sensação dolorosa.

Há cremes que aliviam a sensação de pernas pesadas e são refrescantes. Aplique o creme antes de se deitar meia hora com as pernas elevadas ao fim da tarde. Vai ver que é uma óptima medida para que a noite seja mais agradável.

Durante a noite também pode dormir com os pés ligeiramente elevados, colocando uma almofada debaixo do colchão na zona dos pés.

Procure calçado confortável, que apoie bem o pé e não seja completamente raso. Os saltos altos guarde-os para o próximo Verão. Talvez tenha de comprar o número acima, a contar com o inchaço dos pés.



Beber muita água


Aumentar o consumo de água é essencial para a mãe e para o bebé. Mantenha um regime de água, assegurando que bebe pelo menos dois litros por dia. Não espere até ter sede. A sede é um sinal de que o organismo já entrou em défice de hidratação. Essa situação não é aconselhável para ninguém e muito menos para quem está grávida.



À mesa


A forma como comer vai influenciar o seu estado geral. No Verão é ainda mais importante fazer pequenas refeições intercalares para evitar quebras de tensão e hipoglicemia (baixo nível de açúcar). Se estiver muitas horas sem comer vai sentir-se indisposta, com tonturas e pode mesmo ter a sensação de desmaio.

Prefira refeições leves, de fácil digestão, alimentos frescos, fruta, iogurtes. Grelhados e saladas são uma opção saudável e o que sabe melhor quando está calor.



Na praia


Faça como se já tivesse o seu bebé cá fora. Proteja-se do calor excessivo. Mantenha-se ao fresco pelo menos entre as 12h00 e as 16h00. Aproveite esse tempo para ler - com as pernas elevadas, claro - ouvir música, dormir, tricotar um casaquinho.

Para a praia, leve guarda-sol e tenha muito cuidado com a pele de forma a prevenir o aparecimento de manchas. Aplique sempre protector solar de factor elevado (pelo menos 30).


Leve um spray de água termal, um mimo refrescante a que qualquer grávida deve ter direito.

Nadar no mar ou na piscina é um óptimo exercício e contribuirá para o seu bem-estar. Com a vantagem que dentro de água poderá sentir-se... leve!

Evite a bola de berlim - prefira levar um saco térmico com fruta.



0 comentários:

 

Blog Template by YummyLolly.com